Noite de raça no Dragão

herrera-leipzig

O jogo não se afigurava fácil: um adversário de excelência, a pressão de ter de ganhar, uma arbitragem irritante, e uma lesão nos primeiros minutos…

A estes factores juntou-se ainda outra lesão, a de Corona, mas esta já nos minutos finais.

Mas se há algo que esta equipa tem mostrado, é que raça e vontade de ganhar não lhe falta.

Apesar do 1-0, a primeira parte não foi bem jogada, quase um espelho do que se passou no jogo disputado em casa do Leipzig. Com o Porto a não conseguir evitar que o adversário trocasse a bola no nosso meio-campo. Felizmente e mesmo depois de sofrer o golo do empate, a equipa soube pegar no jogo, e colocar a nú o sector menos forte da equipa germânica, a defesa.

Herrera foi um guerreiro, Danilo um poço de força, Aboubakar um lutador durante os 90 minutos e com a clarividência necessária para isolar Maxi a acabar, num belo movimento a meio campo. E tivemos ainda Corona em grande no lado direito, tanto a atacar como a ajudar Ricardo na vertente defensiva.

Estamos vivos na Champions e resta esperar que um dos pilares desta equipa, Marega, não tenha tido uma lesão que o afaste demasiado tempo dos relvados.

Comentários