Marcano pede apoio dos adeptos e promete que “vamos lutar até ao fim”

Uma equipa confiante, com “ambição, esperança e com vontade de lutar até ao fim”. Foi assim que Marcano definiu o estado de espírito do plantel do FC Porto, que na quinta-feira, pelas 20h05, vai defrontar o Borussia Dortmund em partida da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Os Dragões estão em desvantagem na eliminatória após a derrota no Westfalenstadion (2-0), mas o defesa garantiu que a equipa está motivada para dar a volta aos acontecimentos, num jogo em que não haverá “pressão excessiva, mas sim esperança excessiva”.

“Temos de dar a volta a um resultado negativo e ajuda ter dado a volta a outros jogos recentemente. Temos a esperança e a ambição de consegui-lo outra vez, e isso motiva-nos a todos. Somos uma equipa e todos atacamos e todos defendemos; acredito que o vamos fazer bem amanhã”, disse Marcano, em conferência de imprensa no Estádio do Dragão, nesta quarta-feira.

Definindo “equilíbrio” como palavra-chave da partida contra os alemães, até porque os Dragões têm de estar “bem no ataque e na defesa”, Marcano referiu que todos os que jogarem no setor mais recuado terão de ser verdadeiros “patrões”: “Todos somos importantes. Vamos jogar quatro e eu, pessoalmente, estou preparado para jogar com Martins Indi, com Chidozie, com Miguel Layún… Seja com quem for que o treinador decida. Temos um grande plantel e todos os jogadores que têm vindo a jogar até agora têm dado bem conta do recado. Acho que não há diferenças e quem jogar vai fazer o melhor possível”.

Referindo, tal como José Peseiro, que é “importante não sofrer golos” para aumentar as hipóteses de sucesso, Marcano não enjeitou a oportunidade de fazer uma análise do que foi o encontro da primeira mão, em Dortmund, valorizando também a prestação de Martins Indi, que fez um “grande esforço”: “Visto de fora, creio que o FC Porto lutou muito e que estivemos um pouco atrás, mas acredito que, com a ajuda dos nossos adeptos, aqui no Dragão podemos jogar mais acima, com esperança e ambição para dar a volta”.

*in FCPorto

Comentários